Grande Curitiba planeja tratar 100% dos resíduos em 5 anos

A previsão é de que o plano completo seja apresentado no início do próximo ano.

Os prefeitos que fazem parte do Consórcio Intermunicipal para Gestão de Resíduos Sólidos (Conresol), na cidade de Curitiba (PR), conheceram e aprovaram os estudos para o Plano Metropolitano de Gestão Integrada de Resíduos. A apresentação aconteceu durante a 40ª assembleia da entidade, presidida pelo prefeito Rafael Greca, e indicou a possibilidade de atingir 100% do tratamento de resíduos dos 23 municípios integrantes em até cinco anos.

Os estudos foram expostos pela secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias. A proposta inclui a implantação gradativa dos sistemas. Inicialmente seriam criadas as estações de transbordo, diminuindo o que o prefeito Greca chama de “passeio do lixo”. Os resíduos de alguns municípios participantes do Consórcio chegam a rodar 100 quilômetros para chegar ao aterro de Fazenda Rio Grande.

“Quero cumprimentar a gestão do Conresol pelo foco no objetivo principal, que é o avanço no tratamento dos resíduos e a redução do custo do transporte do lixo”, destacou Greca. “Estamos esperando um plano moderno, o mais ambiental e politicamente correto possível. Um plano de ponta, digno do nome da Grande Curitiba”, completou.

A previsão é de que o plano completo seja apresentado no início do próximo ano para os prefeitos e que a licitação seja lançada já em março de 2018.

As informações são da Prefeitura de Curitiba.

0 Comments

No comments!

There are no comments yet, but you can be first to comment this article.

Leave reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *