Projeto estima plantio de 7 mil árvores nativas no interior de SP

Só no último domingo em torno de 200 voluntários plantaram 380 mudas de árvores nativas.

O projeto Muda que a Cidade Muda, iniciativa do Instituto Mudar, realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto/SP, deve fechar 2018 com o plantio de sete mil mudas de árvores nativas na cidade.

A nona etapa do plantio aconteceu no domingo (21/10), durante um evento gratuito para toda a família que uniu meio ambiente, cultura e sustentabilidade, o “Cultura Consciente”. O evento ocupou dois dos principais cartões postais da cidade, a avenida Alberto Andaló e o Anfiteatro Nelson Castro, na Represa Municipal, atraindo cerca de 1,4 mil pessoas com uma programação extensa e diversificada.

Pela manhã, em torno de 200 voluntários plantaram 380 mudas de árvores nativas doadas pelo Viveiro Municipal ao longo da avenida Alberto Andaló. Ao mesmo tempo, quem passou pela avenida pode conferir uma série de intervenções artísticas, em diversos pontos dos canteiros centrais, com música, dança e performance. Para celebrar o trabalho realizado, a programação cultural continuou à tarde, no Anfiteatro Nelson Castro, na Represa Municipal, com foco na música.

Sobre o projeto

O projeto Muda que a Cidade Muda foi criado em São José do Rio Preto por iniciativa da publicitária Fernanda Sansão. Diante da desertificação das ruas do centro da cidade, ela criou o projeto de arborização em busca de trazer o verde de volta. Em dois anos e meio de atuação, a iniciativa já plantou quase seis mil novas árvores no município.

Fernanda, que é presidente do Instituto Mudar, afirma que, até o final deste ano, mais duas etapas de plantio serão realizadas, uma na avenida Bady Bassit e outra na Avenida Marginal Comendador Vicente Filizola, fechando 2018 com sete mil árvores plantadas.

O projeto leva em conta a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), de que o mínimo necessário para um ser humano viver com qualidade são 12 metros quadrados de área verde, sendo que o ideal seriam 24 metros quadrados.  Fernanda pontua que Rio Preto tem oito metros quadrados de área verde por habitante e, para alcançar esse índice, seria necessário o plantio de um milhão e meio de árvores. “Hoje, o município tem aproximadamente 190 mil árvores. Para chegar ao ideal, bastava que cada habitante plantasse três árvores”, declara Fernanda.

A prefeitura, além de fornecer as mudas, dá apoio técnico ao projeto. A iniciativa também recebe a ajuda de voluntários, realizando o plantio e se revezando na manutenção das árvores, sendo que parte da manutenção é realizada através de contratos de mão-de-obra com jardineiros. Todos os custos são pagos pelo Instituto Mudar, que recebe apoio por meio de doações ou patrocínios em seus projetos.

Durante o evento Cultura Consciente, das 16h às 21h30, cerca de 1,2 mil passaram pelo Anfiteatro da Represa para conferir a programação musical, segundo a organização.

O evento foi viabilizado pelo ProAC-ICMS, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado, com patrocínio das empresas Itamarati, Helianto Farmacêutica, Kodilar, Sandet, Cabot e KFB.

0 Comments

No comments!

There are no comments yet, but you can be first to comment this article.

Leave reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *